Santo do Dia: Santo André Kim Taegón e seus companheiros mártires

Nesta data a Igreja comemora o grande testemunho que deram em terras do extremo Oriente, a bem dizer na Coréia, Santo André Kim Taegón e seus companheiros mártires. Em breves palavras assim podemos dizer de seu martírio:

No início do século XVII, a fé cristã entrou pela primeira vez em terras da Coréia, por iniciativa de alguns leigos, de cujo esforço, sem pastores, surgiu uma comunidade forte e fervorosa.

Só em 1836 os primeiros missionários, vindos da França, entraram furtivamente no país. Nesta comunidade, floresceram, com as perseguições de 1839, 1846 e 1866, cento e três mártires, entre os quais sobressaem o primeiro sacerdote e ardoroso pastor de almas André Kim Taegón e o insigne apóstolo leigo Paulo Chóng Hasang, a que se juntaram muitos leigos, homens e mulheres, casados e solteiros, velhos, jovens e crianças. Todos eles consagraram com seu testemunho e sangue as primícias da Igreja coreana.

Apesar das perseguições à Igreja de Cristo, nada a impede em seu dinamismo apostólico, que ela cresça sempre em manifestação de graça e santidade. Em sua última exortação, Santo André Kim disse: “Irmãos caríssimos, lembrai-vos de que Nosso Senhor Jesus, descendo a este mundo, sofreu inúmeras dores e tendo fundado a Igreja por sua paixão, ele a faz crescer pelos sofrimentos dos fiéis. Apesar de todas as pressões e perseguições, os poderes terrenos não poderão prevalecer: da Ascenção de Cristo e do tempo dos apóstolos até hoje, a Santa Igreja continua crescendo no meio das tribulações.”

Fonte: Liturgia das Horas. Vol. IV. Pg. 1295.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *