João de Assis, mais conhecido como Francisco…

“Francisco foi primeiramente chamado João, mas depois mudou de nome e passou a ser conhecido como Francisco. Essa mudança de nome parece ter se devido a muitas causas. Primeira  causa, lembrar um milagre, o de ter recebido de Deus o conhecimento da língua francesa, daí sua legenda afirmar que sempre que estava pleno de ardor do Espírito Santo punha para fora suas emoções em francês. Segunda causa, divulgar seu ministério, daí sua legenda afirmar que foi como resultado da sabedoria divina que ele foi chamado assim, a fim de que por esse nome singular, inabitual, sua crença fosse conhecida mais rapidamente em todo o universo. Terceira causa, indicar os resultados que devia obter, quer dizer, das a conhecer que ele e seus filhos deviam tornar francos e livres muitos escravos do pecado e do demônio. Quarta causa, destacar a magnanimidade de seu coração, pois se os francos são conhecidos pela ferocidade, têm por natureza um espírito de verdade e de magnanimidade. Quinta causa, cortar os vícios pela virtuosidade de sua palavra. Sexta causa, aterrorizar o demônio e afugentá-lo. Sétima causa, assegurar a virtude pela perfeição de suas obras e pela honestidade de sua maneira de viver. Estas três últimas causas estão associadas às franciscas, machados levados pelos cônsules de Roma como insígnia de terror, de segurança e de honra.”[1]


[1] VARAZZE, Jacopo de. Legenda Áurea: vida de Santos. Trad. Hilário Franco Júnior. 3 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2003, p. 836.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *